terça-feira, 29 de junho de 2010

Os assassinos — vidro e luz

Vidro significa perigo para as aves. Quando as janelas estão limpas e transparentes, as aves geralmente só conseguem ver o que está do outro lado, como o céu e plantas. Em resultado disso, acabam colidindo contra o vidro com toda a força. Elas talvez vejam plantas decorativas dentro de casas ou de saguões e tentam pousar nelas.
Vidros laminados ou espelhados também podem causar problemas. Em certas condições, as aves talvez vejam, não o vidro, mas o reflexo dos arredores ou do céu, e nesse caso também se machucam. Elas morrem até mesmo em santuários para aves e em refúgios para a vida selvagem ao colidir com vidros nas instalações de tais lugares. O Dr. Daniel Klem Jr., ornitologista e professor de biologia, acredita que mais aves morrem por colidir com janelas do que por qualquer outra causa relacionada a atividades humanas — exceto talvez por causa da destruição do habitat delas.
Algumas aves são especialmente propensas a colisões. A maioria dos pássaros canoros migratórios, por exemplo, voa para seu destino à noite e se orienta, em parte, por meio das estrelas. Em resultado disso, eles talvez fiquem confusos com as luzes brilhantes de prédios altos. De fato, alguns pássaros chegam a ficar tão desorientados que voam sem rumo até caírem de cansaço. Um outro perigo são as noites chuvosas ou nubladas. Em tais ocasiões, as aves tendem a voar em altitudes baixas, o que aumenta o risco de colidirem com prédios altos.

Nenhum comentário: