sábado, 29 de maio de 2010

Parque Nacional de Nairóbi — onde os animais vivem livres

DO REDATOR DE DESPERTAI! NO QUÊNIA

SÃO seis e meia da manhã. O sol nasce no horizonte com todo o seu esplendor, como uma enorme bola de fogo reluzente. Anunciando o início de um novo dia, os raios penetram nas janelas de vidro dos prédios altos de escritórios, conferindo-lhes uma bela tonalidade dourada. Não muito longe dali, desenrola-se um emocionante drama da natureza.

Um leão está à espreita de um impala já por algum tempo, escondendo-se entre o capim alto. Pressentindo o perigo, o jovem antílope sai em disparada, e o leão vai no seu encalço. Segue-se uma perseguição feroz. Se conseguir alcançar a presa, o leão fará valer a chamada lei da selva, executando o pobre antílope para o seu almoço.

Essas cenas de caça e sobrevivência se repetem todo dia no Parque Nacional de Nairóbi, que fica próximo da capital do Quênia, Nairóbi. Ali, os animais ficam tão perto dos vizinhos humanos que em 1962 um leão foi visto rondando um hotel de luxo, como que reivindicando seu antigo território. Como foi que pessoas e animais selvagens passaram a compartilhar esse habitat?

Nenhum comentário: