quarta-feira, 21 de abril de 2010

Existência em Perigo

Os tapires têm sido caçados pelo homem em busca de alimento, não raro à noite, quando os animais são mais ativos. Às vezes se espalha sal, a fim de atrair esse animal. Depois de lamber o sal, o tapir se dirige para a mais próxima corrente de água. Para torná-lo um alvo fácil, os caçadores focalizam uma luz em seus olhos, cegando-o temporariamente.
A carne, que não contém muita gordura, é muitas vezes assada, e diz-se que é saborosa. O couro forte e duro também é valioso; é usado para chicotes, laços e bridas. Às vezes, alguns índios brasileiros mantêm os tapires como bichos de estimação.
Devido a que o homem têm caçado tapires para alimento e como esporte, e tem especialmente reduzido seu habitat florestal, eles se tornaram raros em muitas áreas onde, outrora, eram abundantes. Assim, o tapir-de-montanha, o tapir-setentrional e o tapir-malaio acham-se atualmente incluídos entre as espécies em perigo de extinção.
Embora a probabilidade de você ver um tapir no ambiente silvestre tenha sido consideravelmente reduzida, por que não faz esforço de ver um deles da próxima vez em que for visitar um jardim zoológico?

Nenhum comentário: