sexta-feira, 23 de abril de 2010

Vai Proteger-se com um Cão?

Os departamentos de polícia e as pessoas que são donos ou encarregados de lojas, firmas construtoras, transportadoras e outras firmas comerciais talvez decidam que devem possuir cães de guarda profissionalmente treinados. Mas, deve possuir um cão assim?

Talvez possa perguntar-se: Manteria eu uma pistola carregada? Teria a mesma na casa, sendo que as crianças poderiam vir a brincar com ela? Se não, não deve possuir um cão de guarda treinado! O risco, para não se mencionar o alto preço de tal cão, simplesmente não vale a pena, exceto, talvez, sob as circunstâncias mais extremas.

No entanto, devido ao aumento vertiginoso do crime, talvez resolva possuir um cão vigia, ou um chamado “cão imagem”. Mas, primeiro, considere o custo. Um dono dum policial de uns 35 quilos em Nova Iorque calculou recentemente suas despesas semanais com alimentação do cão como sendo de Cr$ 25,50. Isso é mais de Cr$ 1.300, por ano! Daí, há o custo de coleiras, correntes, licenças e talvez de contas de veterinário. E, lembre-se, um cão mantido num apartamento precisa passear ao ar livre pelo menos uma ou duas vezes por dia.

Os cães podem ser maravilhosos animais de estimação e companheiros. Quão triste é que as condições mundiais sejam tão ruins que precisem ser treinados para atacar pessoas! Felizmente, a promessa da Palavra de Deus é de que, em breve, sob a regência do Seu Reino justo, toda a humanidade usufruirá verdadeira segurança, sem nenhuma necessidade de alguém possuir cães para proteger-se. — Isa. 11:6-9.

Nenhum comentário: