quarta-feira, 21 de abril de 2010

Indo Para o Sul

Assim como alguns humanos se dirigem para os climas meridionais com a aproximação do inverno, assim também muitas criaturas selvagens, em especial as aves, o fazem. Com efeito, cerca de dois terços de todas as espécies de aves dos Estados Unidos e Canadá setentrionais (cerca de doze a quinze bilhões de aves) voam para o sul, para os estados meridionais, para o México e a América Central e do Sul, para passarem o inverno. Naturalmente, as aves não viajam para o sul apenas para afastar-se do frio; precisam viajar para um clima mais quente a fim de ter uma vida digna. No verão, lá no norte, vivem de sementes, frutinhas silvestres e insetos. Mas, no inverno, não só ficam escassas tais guloseimas como também diminuem as horas de luz do dia em que podem procurar qualquer alimento disponível.

A viagem para o sul, para muitas aves, é longa. Por exemplo, com a aproximação do inverno, as cegonhas-brancas da Europa viajam até à África do Sul. E, o que é estranho, as cegonhas jovens, que jamais foram antes para tão longe de casa, viajam primeiro, sem que uma ave mais velha lhes mostre o caminho. A viagem anual de ida e volta do Sr. e da Sra. Cegonha-Branca e família cobrem cerca de 22.500 quilômetros! Na verdade, como a Bíblia Sagrada diz sobre o instinto dado por Deus que a cegonha possui: “A cegonha no céu conhece o tempo de emigrar.” (Jer. 8:7, Nova Bíblia Inglesa) Os modos maravilhosos de a vida selvagem agir no inverno são deveras um crédito para o Criador de todas estas criaturas.

Considere também este fato: Muitos dos viajantes plumíferos em direção ao sul voam virtualmente sobre a água, apenas, fazendo longos vôos sem parada. Uma subespécie de tarambola-dourada vive na tundra do Alasca durante o verão. No outono, essa ave viaja 4.800 quilômetros por sobre o Oceano Pacífico até o Havaí! Como se o Havaí não bastasse como viagem, esta ave continua indo para o sul por outros 4.000 quilômetros até as Marquesas. Não é infreqüente que viaje outros 800 quilômetros mais até as pequenas ilhotas do Pacífico Sul do Arquipélago de Tuamotu.

Nenhum comentário: