quarta-feira, 21 de abril de 2010

O pavão na História




Pavões adornavam os jardins da Grécia, de Roma e da Índia antigas, além de já terem sido retratados em pinturas, esculturas e em outros objetos decorativos nas cortes reais indianas por milhares de anos. De fato, o Trono do Pavão foi considerado um dos exemplos mais importantes da riqueza da Índia. Diz-se que ele havia sido confeccionado com diversos diamantes, 108 rubis e 116 esmeraldas. Era montado e ocupado apenas em cerimônias importantes e havia um pavão dourado no dossel — daí a origem de seu nome.

A história bíblica comprova que os pavões estavam entre as valiosas importações do Rei Salomão. É interessante imaginar essas aves pavoneando-se em seus jardins reais. (1 Reis 10:22, 23) Os pavões certamente provam que há um Projetista inteligente. Quando o pavão dança com sua deslumbrante plumagem colorida, é impossível deixar de se maravilhar com as habilidades artísticas de Jeová, o Deus que ‘criou todas as coisas’. — Revelação (Apocalipse) 4:11.

Nenhum comentário: